Brasil: uma das maiores oportunidades de e-commerce do mundo

O mercado de comércio eletrônico do Brasil continua sendo uma das oportunidades de destaque para varejistas online na América Latina e no mundo.

O Brasil é a maior economia da América Latina e o 5º maior país em área e população do mundo. É o quarto maior mercado de internet globalmente, com 150 milhões de usuários de internet em uma população total de mais de 209 milhões. Segundo a eMarketer, o país representa cerca de 42% de todo o mercado de comércio eletrônico B2C na América Latina. Além disso, seus 130 milhões de usuários ativos no Facebook colocam o Brasil como o terceiro país com mais usuários na plataforma de mídia social.

O crescente mercado de comércio eletrônico brasileiro

embalagens para e-commerce

Apesar do cenário econômico adverso dos últimos anos, o mercado de e-commerce brasileiro continua apresentando tendência de crescimento positivo e encerrou 2018 com aumento de 12% na receita, com 58 milhões de consumidores gastando R$ 53,2 bilhões na web, em 2019 só crescimento também.

O que exatamente um e-commerce?

Para começar, e-Commerce é a abreviação de Comércio Eletrônico. Refere-se à atividade de compra e venda de produtos ou serviços pela Internet. Com a ajuda da internet, as pessoas podem comprar e vender praticamente tudo, como livros, eletrônicos, roupas, softwares, móveis. O e-commerce fornece uma plataforma para as pessoas comprarem ou venderem o que quiserem, quando quiserem.

Um e-commerce de sucesso coloca o seu cliente em primeiro lugar em todas as áreas, e uma área que é pouco levada a sério pelos proprietários é o setor de envio e na utilização das embalagens para os produtos comprados. É  fundamental que as embalagens sejam de qualidade e se possível com o logo da sua marca para o marketing, existem vários tipos de embalagens para o envio dos produtos como: sacos plásticos, envelopes de segurança, sacola plástica boca de palhaço, envelopes para e-commerce e etc.

Empresas físicas são lojas de varejo que possuem pelo menos um local físico. A compra e venda de mercadorias requer uma interação ativa e física entre o comprador eo vendedor. O comércio tradicional ainda existe, mas está sendo rapidamente substituído pelo eCommerce. Em um sentido evolutivo, a maioria das lojas físicas estão se transformando em lojas de comércio eletrônico. Exigindo, portanto, o estabelecimento de uma presença online e a movimentação online das principais operações comerciais.

E-commerce em smartphones

Como o 6º maior mercado de smartphones em todo o mundo, e o 3º país em termos de horas gastas navegando na Internet em dispositivos móveis, não é surpresa que o e-commerce esteja aumentando rapidamente sua participação de mercado. Os dispositivos móveis foram responsáveis ​​por 42,8% de todas as transações de e-commerce, um aumento de 41% em comparação a 2017. O rápido crescimento do e-commerce destaca a importância de tornar os dispositivos móveis um parte da estratégia de negócios para o Brasil.

Principais motivadores da explosão

Vejamos os principais fatores responsáveis ​​pelo crescimento do comércio eletrônico globalmente e em um curto espaço de tempo.

O aumento do uso de dispositivos móveis

O aumento do uso de dispositivos móveis em todo o mundo tem contribuído para o crescimento do comércio eletrônico. Com os dispositivos móveis, as pessoas compram e vendem pela Internet de forma mais flexível e passiva.

Natureza baseada em dados

As observações estatísticas recolhidas por empresas de comércio eletrónico também contribuíram para o crescimento do comércio eletrónico. No modelo Business to Consumer, as empresas de comércio eletrônico rastreiam as preferências do consumidor e fazem observações notáveis.

Tendências do e-commerce em 2019

Essas observações são então integradas aos modelos de varejo para propósitos futuros e continuos, garantindo que as vendas de comércio eletrônico aumentem globalmente.

Melhores experiências do consumidor

Os consumidores estão geralmente em busca de ofertas de produtos a preços muito acessíveis ou com desconto. A personalização detém um comando superior no envolvimento do cliente. Os clientes frequentemente encontram novas ofertas de produtos que correspondem aos seus interesses e podem obtê-las com um simples toque de botão, sem ter que mover os pés.

Baixo custo

Outro fator importante responsável pelo crescimento do comércio eletrônico é o baixo custo de funcionamento de um negócio de comércio eletrônico. Ao contrário das lojas físicas, é relativamente mais barato estabelecer uma loja online do que física. O e-commerce elimina a necessidade de construir lojas físicas nas quais os produtos sejam catalogados, ou pagar aluguel por um ponto em algum local.

Resumidamente, os e commerces estão em alto crescimento e com certeza vale fazer esse investimento, escolha os produtos que deseja vender e boa sorte.