Dores no calcanhar: quando consultar um médico e o que pode ser

As injeções de plasma rico em plaquetas são uma forma popular de medicina regenerativa que algumas pessoas com dor no tendão de Aquiles recorrem para o alívio da dor; no entanto, as pesquisas mais recentes sugerem que essas injeções não trazem nenhum benefício real para o paciente.

O que é o tendão de Aquiles?

É o tendão de Aquiles, que conecta os músculos da panturrilha e da perna ao osso do calcanhar do pé, é o maior tendão do corpo.

 

Lesão aguda do tendão ou uso excessivo pode causar sensibilidade e dor ao caminhar, correr ou dobrar o pé. 

 

As duas causas mais comuns de dor no tendão de Aquiles são a tendinite de Aquiles e a tendinose de Aquiles. 

 

Caso sinta dor ou incômodo em suas atividades do dia a dia procure um médico ortopedista especialista em pé.

Doenças

A tendinite de Aquiles é uma doença inflamatória aguda que afeta mais comumente atletas, especialmente corredores. 

 

A dor é frequentemente descrita, como uma sensação de queimação ao longo do tendão ou próximo ao osso do calcanhar. 

 

Tende a piorar com a atividade. Muitos pacientes também apresentam leve inchaço e rigidez matinal.

 

A tendinose de Aquiles é uma lesão por uso excessivo causada por um tendão degenerativo crônico. 

 

Na maioria das vezes é o resultado de tendinite não tratada, portanto, o diagnóstico precoce é importante.

 

A lesão mais grave do tendão de Aquiles é a ruptura do tendão. O paciente pode ouvir um ruído de estalo acompanhado de forte dor no calcanhar.

 

Se você estiver sentindo qualquer rigidez ou sensibilidade nas pernas ou tornozelos ou qualquer sinal de inchaço ou infecção, você deve ser avaliado por um médico.

 

Qualquer dor forte que indique uma possível ruptura deve receber atenção médica imediata.

Tratamento 

O tratamento mais comum para a tendinite de Aquiles é o repouso ou redução da atividade. 

 

A fisioterapia, incluindo alongamento suave e exercícios de fortalecimento, geralmente é prescrita.

 

Se sua condição progredir para tendinose, você precisará de um programa de reabilitação mais especializado. Gelo durante o início da dor e após o exercício também pode ser útil.

 

Uma ruptura do tendão de Aquiles às vezes requer reparo cirúrgico. Uma ruptura parcial do tendão, no entanto, é frequentemente tratada de forma mais conservadora com imobilização e fisioterapia.

 

Alguns pacientes também tentam injeções de plasma rico em plaquetas para acelerar a recuperação.

 

As injeções de plasma rico em plaquetas são uma forma de medicina regenerativa ou autocura que se tornou popular nos últimos anos. 

 

Basicamente, o plasma rico em plaquetas do próprio paciente é injetado em um tendão ou ligamento lesionado, como o tendão de Aquiles, para melhorar a cicatrização  e reduzir a dor.

Pesquisas

Estudos anteriores mostraram que este tipo de tratamento pode ser eficaz na cicatrização de tecidos moles e ossos, particularmente em doenças crônicas, incluindo cotovelo de tenista, rupturas do manguito rotador e tendinose de Aquiles.

 

Ainda assim, os pesquisadores afirmam que mais estudos clínicos são necessários para pesar os benefícios e os riscos desse tipo de tratamento. 

 

Um estudo recente contradiz descobertas anteriores de que as injeções de PRP podem tratar com eficácia a tendinopatia de Aquiles.

 

Os pesquisadores não encontraram nenhum benefício real para esses pacientes e recomendam que o tratamento não seja mais usado para eles. 

 

Em seu estudo, publicado no Journal of the American Medical Association, eles designaram aleatoriamente 240 pacientes com tendinopatia de Aquiles para receber tratamento com PRP ou uma injeção simulada.

 

Os pacientes foram então solicitados a completar uma autoavaliação de sua dor, função e atividade três meses e seis meses após a injeção. 

 

No geral, não houve diferenças estatísticas nas pontuações médias de cada grupo, descobriram os pesquisadores.

Conclusão

A tendinopatia de Aquiles pode causar dor significativa e impedir as pessoas de se manterem ativas. 

 

Os resultados deste estudo sugerem que as injeções de plasma rico em plaquetas não melhoram a dor ou a função e, portanto, não devem ser recomendadas como tratamento para essa condição. 

 

Mais pesquisas são necessárias para garantir que encontremos tratamentos eficazes para pessoas com tendinopatia de Aquiles dolorosa persistente.