Mercado é aquecido pelo uso de cupons e cashbacks: entenda

O uso de cupons de desconto tem se tornado cada vez mais comum entre os internautas brasileiros. Além deles, o sistema de cashback oferecido pelos comerciantes tem sido a opção escolhida pelos consumidores para pagar um valor mais baixo, consequentemente, estimulando as compras feitas pela rede em 2020.

 

A possibilidade de obter desconto é um dos fatores que estimula os clientes brasileiros a fazerem compras. Um levantamento feito por um site especializado em reunir cupons de desconto e cashback aponta para a importância e o crescimento do uso desses recursos para o e-commerce.

 

Em 2019, eles geraram R$ 2,2 bilhões nas transações digitais. Em 2020, não está sendo diferente. No primeiro semestre, os cupons já movimentaram cerca de R$ 1,5 bilhão. Como o segundo semestre conta com importantes datas comerciais, tais quais Semana do Brasil, Black Friday e Natal, a expectativa é que este ano supere os valores do último.

 

O período de quarentena contribuiu para que as compras pela internet fossem intensificadas. Foram 30 milhões de cupons utilizados em um portal específico, além de R$ 6 milhões que foram devolvidos aos clientes por meio do sistema de cashback.

 

Uma pesquisa informou os ramos nos quais os cupons mais foram utilizados: alimentos, delivery e moda, seguidos pelos segmentos de eletrodomésticos, celulares, informática, beleza, utilidades domésticas e artigos infantis.

Ajuda aos pequenos comerciantes

A pandemia também causou fortes impactos econômicos. Para contorná-los, foram realizadas iniciativas solidárias, que pudessem estimular, sobretudo, as vendas dos pequenos comerciantes, para que eles mantivessem o fluxo de caixa.

 

Uma delas foi feita pelo Facebook, permitindo que os comerciantes criassem e divulgassem seus cupons por meio de posts e stories, tanto nesta rede social quanto no Instagram. Assim, o cupom criado aparecia como uma notificação no feed dos usuários, para pessoas que estão em um raio de até 15 km do estabelecimento.

 

O link gerado podia ser utilizado para agregar suas publicações, stories e até transmissões ao vivo. Para usufruir da ferramenta, é necessário acessar a plataforma Impulsione com o Facebook e escolher entre os três parceiros de e-commerce. Feito o cadastro em algum desses sites, o cupom é criado.

 

Outro gigante do setor tecnológico, o Google também está facilitando a vida dos pequenos empreendedores durante esse período. Além da criação de cupons de descontos, o Google disponibilizou botões que permitem doações para esses negócios.

 

Dessa forma, quando os usuários pesquisarem pelo negócio, poderão ver os botões habilitados no site da empresa no canto superior direito da tela. Depois, as companhias podem criar postagens mostrando como os recursos estão sendo utilizados, prestando contas aos que ajudaram a empresa. Esses posts também aparecem nas buscas do Google.

 

Para ter acesso à funcionalidade, é preciso que o negócio seja verificado pelo Google Meu Negócio. Nele, é criado uma ficha de informações da empresa, na qual o proprietário também pode colocar dados sobre endereço e horário de funcionamento, que irão aparecer na busca.

Maneiras de obter os cupons

Se você está interessado em aproveitar os cupons de desconto, mas não tem muito conhecimento sobre isso, saiba que é bem fácil. Na internet, diversos sites oferecem, gratuitamente, um serviço que agrega os cupons disponíveis em suas lojas parceiras. Basta pesquisar pelo estabelecimento na barra de pesquisa e verificar se há códigos disponíveis.

 

Em caso positivo, selecione o cupom e copie o código que irá aparecer. Feito isso, acesse à loja em que você irá utilizar o cupom e insira-o na área indicada, na sessão de carrinho, antes de finalizar a compra. Assim, ele será ativado, e o desconto será aplicado.

 

Fique atento às regras de utilização do cupom, uma vez que ele é acompanhado de normas. Além da data de validade, o recurso costuma contar com restrições sobre em quais produtos ou departamentos ele pode ser utilizado.