Os principais polos científicos do Brasil hoje

Os polos científicos existentes em todo o nosso Brasil são essenciais para fomentar novos processos, tecnologia, empregos e empreendimentos. Confira uma lista com os 6 principais

 

Você sabe quais são os principais polos científicos do Brasil hoje? Essas estruturas que se aglomeram em cidades do Norte ao Sul são responsáveis por concentrar recursos humanos, laboratórios e equipamentos para criar novos processos industriais.

 

A viação Planalto Transportes pode auxiliar você a chegar até esses locais. Pensando nisso, neste artigo, elencamos os polos científicos com maior destaque dentro do nosso país.

 

Desde a década de 90, o Brasil investe pesado no desenvolvimento desses polos, principalmente para aumentar a competitividade com outros países. Continue a leitura para conferir mais!

Tecnopuc, Porto Alegre

O parque Tecnopuc, presente na cidade de Porto Alegre, capital do estado de Rio Grande do Sul, abriga, atualmente, mais de 120 empresas de pequeno e médio porte. A sua gestão é realizada integralmente pela Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre.

 

Dentre as principais empresas, destacam-se: Huawei, HP, Dell e Microsoft. Dentro do polo Tecnopuc elas possuem pequenas filiais, que auxiliam no descobrimento de novas tecnologias e processos de fabricação.

Fundação UNICAMP, Campinas

O polo Fundação UNICAMP, localizado em Campinas, região da Grande São Paulo, possui um destaque por ser a maior geradora de mão de obra especializada, incluindo físicos, químicos, engenheiros, cientistas da computação e muito mais.

 

As empresas pertencentes a esse polo que mais se destacam são: IBM, Samsung e HP. As suas instalações geraram um estímulo ao empreendedorismo na região, promovido pela UNICAMP.

San Pedro Valley, Belo Horizonte

Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, vem se destacando pela enorme quantidade de startups — estima-se que sejam mais de 200. Isso aqueceu a economia, criando o San Pedro Valley, um polo de empreendimento e inovação. 

 

O nome é derivado do Vale do Silício, localizado nos Estados Unidos, que abriga enormes empresas, como Samsung e Apple.

Parque Tecnológico, São José dos Campos

Este polo se destaca pelo seu número de empresas e alto investimento que tem recebido desde os seus primórdios. Estima-se que mais de 300 companhias compõem o local científico, com arrecadação acima de R$ 1,89 bilhão, oriunda de investimentos privados e públicos.

 

Localizado no interior de São Paulo, ele possui grandes empresas em seus arredores, como Embraer, Boeing, Airbus, Ericsson e Vale, além de ser a referência máxima do desenvolvimento da aeronáutica no Brasil.

Vale da Eletrônica, Santa Rita do Sapucaí

Apesar de ser uma cidade pequena, que não se sobressai entre os principais municípios de Minas Gerais, Santa Rita do Sapucaí abriga o Vale da Eletrônica, que se destaca como um dos principais polos do Brasil há mais de 30 anos.

 

Para se ter uma ideia, em 1959, o município recebeu a primeira instituição educacional de nível médio da América Latina, nomeada de Escola Técnica de Eletrônica. 

 

As pesquisas desse polo destacam-se na área de Informática e Segurança da Informação. Outro fator extra são os investimentos em startups, que atuam como incubadoras e aceleradoras do progresso do município.

Porto Digital, Recife

A capital de Pernambuco, Recife, possui um polo criado para atrair empresas de caráter tecnológico: o Porto Digital. Com criação datada no ano de 2000, possui, atualmente, mais de 250 companhias e cerca de 8 mil profissionais que atuam no local.

 

Dentre as empresas que fazem parte do Porto Digital, destacam-se: Microsoft, IBM, Samsung e LG. A especialidade do polo é Economia e Comunicação Criativa, além de Tecnologia da Informação.