Produtividade de Vendas: saiba como turbinar os seus resultados

Com o aumento da competitividade e a necessidade de se consolidar no mercado – ao mesmo tempo em que se aumenta o lucro e ganha a fidelidade dos clientes –, investir na produtividade de vendas se tornou fundamental para garantir a prosperidade das empresas.

No entanto, produtividade não significa apenas o aumento da produção e, sim, a relação entre a quantidade e a qualidade de serviço produzido, com os recursos utilizados. 

Ou seja, produzir mais e melhor com a menor quantia possível de tempo, equipe e investimento.

Para isso, não basta apenas cobrar e exigir melhores resultados dos colaboradores. É preciso encontrar formas de otimizar os resultados, por meio de ferramentas que auxiliem no gerenciamento do tempo de trabalho, das tarefas desempenhadas e da própria rotina.

Assim, a Produtividade de Vendas tem ganhado cada vez mais notoriedade – especialmente durante o período de implementação do home office –, pela sua efetividade em melhorar os resultados, evitar gastos desnecessários, diminuir os custos e tornar os objetivos individuais e integrais mais realistas e alcançáveis.

Fatores que interferem diretamente na produtividade

Os níveis de eficiência em uma corporação são baseados na produção de um bom planejamento. 

No entanto, existem quatro fatores que são determinantes para a melhoria ou para a decadência da produtividade das vendas de uma empresa. São eles:

  • Pessoas

A qualidade do treinamento dos vendedores é essencial para a concretização de uma venda. 

Para isso, é preciso analisar as competências em técnicas de vendas e o conhecimento sobre o mercado, a capacidade de aplicar na prática esses fundamentos e as características comportamentais de cada funcionário. 

Mais ainda, treinamentos e formas de realizar as tratativas podem ser necessários ao longo do tempo, possibilitando a reciclagem conforme os critérios do negócio.

Deste modo, quando os resultados de rendimento de cada vendedor são muito discrepantes, o problema tende a estar na equipe de gerenciamento comercial. Assim, é preciso revisar os treinamentos e os critérios de seleção e contratação.

  • Processos

Os processos dos setores de vendas – e os demais setores que tenham alguma relação com essa equipe – precisam ser bem definidos e geridos, para que seja possível:

  • Reduzir os custos e erros operacionais;
  • Conduzir os funcionários aos melhores resultados;
  • Otimizar o tempo gasto em cada atividade;
  • Impedir a falta do rastreio da produtividade;
  • Aprimorar todos níveis do funil de vendas.

  • Gestão

A liderança é primordial para manter todos os setores se desenvolvendo de acordo com o planejado. 

Assim, os gestores devem ser capazes de analisar as situações e resultados, construindo estratégias para melhorar as operações.

Para isso, esses profissionais precisam estar próximos das equipes para poder analisar efetivamente os pontos de melhoria e, assim, criarem ações ativas de aprimoramento.

  • Tecnologia

As ferramentas tecnológicas são um pilar para a melhora das atividades dentro de uma empresa, principalmente no setor de vendas. 

Assim, com a criação de softwares e plataformas que automatizam algumas tarefas, os vendedores têm mais tempo para se dedicar ao atendimento.

Por isso, o investimento em programas de CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente) ou BPM (Business Process Management), por exemplo, são importantes para melhorar o rendimento de todas as equipes e são fundamentais para a produtividade de vendas.

Ferramentas que auxiliam na otimização do trabalho

Existem, ainda, diversas ferramentas que melhoram e otimizam as funções do cotidiano e o rendimento dos funcionários e podem ser aplicadas mesmo por aqueles que trabalham remotamente. Confira algumas opções a seguir:

  • CRM

Os softwares de gerenciamento de relacionamento com o cliente servem para unificar as atividades do setor de venda, tornando visível e acessível todas as etapas da jornada de compra do consumidor.

Assim, fica mais fácil para o vendedor acompanhar e organizar suas atividades, visando atender as necessidades do cliente e melhorar as taxas de conversão de leads.

O melhor software CRM também permite que os gestores tenham acesso aos resultados das equipes, proporciona relatórios de análise de desempenho e ainda registra detalhadamente todas as interações feitas com o consumidor.

  • Armazenamento em nuvem

Possuir um serviço que disponibilize o salvamento dos arquivos em cloud computing ajuda a garantir a segurança dos dados internos da empresa, enquanto possibilita o acesso rápido e fácil por parte dos funcionários.

Além disso, esse sistema possui a facilidade do salvamento automático, o que permite acompanhar as datas em que os arquivos foram modificados e qual funcionário o fez. 

O armazenamento em nuvem também permite limitar o acesso a determinados tipos de arquivos, de acordo com o que é necessário para o desempenho diário e grau de “restrição” das informações.

  • Aplicativos de reuniões

A comunicação entre as equipes é fundamental para o funcionamento das tarefas e o desempenho síncrono das atividades. Por isso, as reuniões são necessárias para manter a produtividade da equipe, mesmo quando estas estão em trabalho remoto.

Deste modo, o uso de plataformas de chamadas de vídeo é uma necessidade para a conexão dos funcionários com os demais colegas e com os gerentes.

Alguns desses dispositivos também permitem a gravação das conversas e a transmissão da tela do computador em tempo real, auxiliando nos treinamentos e no registro das reuniões.

  • Software de suporte remoto

Os problemas com máquinas e sistemas que não funcionam como o esperado dentro dos escritórios é facilmente resolvido por meio de uma equipe de TI eficiente. No entanto, durante o home office, esse suporte pode ser dificultado.

Assim, o uso de programas específicos para o uso/compartilhamento remoto das máquinas são boas opções para a solução desse problema. Essas plataformas garantem o acesso e gerenciamento de computadores remotos de forma segura.

Assim, é possível automatizar tarefas de suporte e TI, sem precisar do investimento em um time especializado para uma equipe pequena com poucos funcionários.