Quais são as principais tendências de arquitetura para 2020?

A arquitetura é algo que muda constantemente, trazendo novas tendências que visam facilitar o dia a dia das pessoas.

Além disso, a arquitetura moderna reconhece a importância da sustentabilidade e aplica isso à novas construções que preservam melhor o meio ambiente.

O crescimento da população em grandes cidades também faz com que os imóveis sejam repensados e facilitem a acomodação das pessoas.

Hoje em dia, existem empreendimentos feitos especialmente para quem não quer perder tempo se locomovendo. E essas mudanças acontecem ao redor do mundo, nos mais diferentes centros urbanos.

Apesar de parecer algo futurista e inacessível para a maioria das pessoas, a verdade é que a arquitetura mostra uma tendência acessível a todos e na realidade em que vivemos hoje.

Com uma rápida pesquisa na internet, é possível perceber o quanto as mudanças estão beneficiando as pessoas. 

Por conta de um dia a dia cada vez mais corrido, as tendências para 2020 se adaptaram muito bem às demandas.

Isso permite que todos possam viver e trabalhar em ambientes mais modernos e funcionais, mas que ao mesmo tempo não abrem mão do conforto e bem-estar, tão importantes para a qualidade de vida.

Principais tendências de arquitetura para 2020

Cada vez que uma nova década se inicia, podemos observar diversas mudanças nos mais diversos cenários, e com a arquitetura não é diferente.

Quando pensamos em outras décadas, como 1950, 1960, 1970 ou 1990, vêm à nossa mente muitos estilos diferentes de construções e decorações de imóveis, assim como nas décadas de 2000 e 2010 isso também aconteceu.

Entramos em 2020 com várias tendências que acompanham a realidade das pessoas. E dentre as principais podemos destacar:

1 – Construções sustentáveis

Não é de hoje que a palavra “sustentabilidade” está em pauta entre construtoras, empreiteiras e escritórios de arquitetura e engenharia.

Esta pauta é tão importante, que ela vai desde móveis planejados para banheiro, até a construção de um edifício inteiro. 

E no que tange à arquitetura, a sustentabilidade tem como missão a integração dos projetos ao meio ambiente, sem prejudicá-lo.

As construções sustentáveis visam diminuir seus impactos antes, durante e depois das obras, tudo isso feito a partir da redução de uso de materiais e da geração de resíduos, e usando com sabedoria a água e a energia.

Esse tipo de construção que se tornou uma forte tendência para 2020, também opta pelo uso de materiais recicláveis e que causem menos impacto ao meio ambiente, como madeira reflorestada e tijolo de adobe.

O fato é que desde a década de 1970, após a crise do petróleo, as construções sustentáveis começaram a ganhar mais espaço. Mas atualmente, após todos esses anos, é possível ter acesso aos melhores materiais, como:

  • Madeira plástica;
  • Solo cimento;
  • Tecido Greenscreen;
  • Concreto reciclado;
  • Telhas ecológicas;
  • Lâmpadas de LED;
  • Bloco de adobe.

2 – Tecnologia para prototipação

A prototipação nada mais é do que criar protótipos para validar um projeto. E com a tecnologia, é possível fazer isso para a arquitetura com riqueza de detalhes, incluindo até mesmo viga de madeira, entre outros.

Uma das tendências para 2020 é que eles sejam criados a partir de softwares, inclusive com tecnologia 3D.

No caso da prototipagem rápida com tecnologia 3D, é criado um design por meio de um software CAD. 

Então a máquina 3D faz a leitura de todos os dados do desenho e deposita camadas para criar um modelo físico.

Inclusive, a impressão 3D consegue construir diversos itens como paredes, lajes, vigas, pilares, etc. Este salto da construção civil agiliza os processos, facilitando outros detalhes essenciais, como comprar piso laminado.

3 – Rapidez nos processos de construção

Geralmente, quando pensamos em rapidez, seja em qualquer aspecto, associamos isso à falta de qualidade. No entanto, para a arquitetura e construção, ter qualidade e rapidez ao mesmo tempo, é uma alternativa possível.

Isso porque a tecnologia, bem como os equipamentos utilizados pelas construtoras, garantem que toda a construção da obra seja feita dentro de um prazo estipulado.

Mas também é importante que haja um planejamento. A década nova a qual entramos, exige muito planejamento do projeto para que ele seja construído com rapidez e qualidade, tendo em vista a necessidade da população e a preservação do meio.

Quanto mais tempo demora uma obra, mais ela agride o meio ambiente, e mais afeta a qualidade de vida ao seu entorno.

Um bom gerenciamento de obras entra como tendência em 2020, mas já é uma exigência há um tempo, principalmente tendo em vista que o cotidiano das pessoas já vem mudando.

O uso de tecnologias, equipamentos, ferramentas e profissionais adequados, possibilitam um gerenciamento de obras que ganha tempo, desde a colocação do primeiro tijolo até a instalação do guarda corpo de vidro para sacada.

4 – Condomínios híbridos

Na cidade de São Paulo e em outras grandes metrópoles, é comum encontrarmos os condomínios mistos ou híbridos, como também são conhecidos.

Tratam-se de condomínios marcantes não só por sua arquitetura, como também por sua multifuncionalidade. Por conta disso, esta é uma das maiores tendências em arquitetura para 2020 em todo o mundo.

As grandes cidades, como São Paulo, Nova Iorque, Pequim e Londres, por exemplo, cada vez mais apresentam problemas na locomoção das pessoas. Apesar das possibilidades existentes, essas cidades são muito grandes.

Por sua vez, é comum que as pessoas morem de um lado da cidade e trabalhem no lado oposto. Isso traz muitos problemas e diminui a qualidade de vida, já que essas pessoas precisam sair muito mais cedo para trabalhar, e chegam em casa mais tarde.

Trazendo mais facilidade para o dia a dia das pessoas, os condomínios mistos possuem artifícios como grama sintética decorativa para trazer mais conforto e bem-estar, e geralmente estão localizados próximos a metrôs.

Inclusive, no Brasil, os condomínios próximos a esses locais não pagam a taxa de outorga, ou seja, não pagam tributos para construir além do que é permitido por lei.

A principal ideia desses locais é juntar imóveis residenciais e imóveis comerciais. Neles, uma pessoa pode morar em um apartamento e ter seu escritório em outro imóvel, mas no mesmo condomínio.

Ou ainda, moradores têm acesso a lojas de telha de aço e outros tipos de negócio localizados dentro de seu condomínio, em imóveis comerciais.

Essa tendência, que já está presente em muitas cidades, facilita a vida de muitas pessoas e têm feito com que construtoras e empreiteiras invistam cada vez mais nessa modalidade.

5 – Apartamentos cada vez menores

A supervalorização do metro quadrado pode ser uma boa explicação para os apartamentos estejam cada vez menores. 

Além do mais, houve uma mudança considerável no comportamento das pessoas.

A tendência é que as pessoas se casem cada vez mais tarde, mas que saiam da casa dos pais cada vez mais cedo. Isso colabora para que a procura por apartamentos compactos aumente consideravelmente.

Além disso, as pessoas passam muito tempo fora de casa, por isso, não precisam de um apartamento amplo. Outro fato é a falta de tempo para manutenção e limpeza, o que faz com que os indivíduos escolham locais menores.

Em Nova York, por exemplo, existem apartamentos de 23m² construídos próximos à grandes empresas, para facilitar o dia a dia e a locomoção dos profissionais.

Eles podem inclusive, reservar um pequeno espaço na própria sala para uma cadeira charles eames escritório que facilite a sua rotina de trabalho.

Esses apartamentos também são conhecidos como “studios”, e estão presentes em quase todas as construções modernas.

Em São Paulo, por exemplo, só ano de 2019, diversos empreendimentos foram lançados, misturando apartamentos comuns como studios. 

Ou seja, em um mesmo edifício, é possível encontrar opções para realidades diferentes.

Essa tendência surgiu e vai predominar em 2020 por conta das mudanças demográficas e também do comportamento da população.

Atualmente, as pessoas estão preferindo morar sozinhas em imóveis menores, e esse tipo de comportamento tende a aumentar com o passar do tempo.

Por isso, houve um aumento na construção desse tipo de imóvel, que também tem como característica estar localizado próximo às principais empresas e grandes centros da cidade.

Conclusão

A arquitetura, assim como a tecnologia e diversos outros setores, evolui constantemente e apresenta um projeto estrutural que atende à nova realidade das pessoas.

Essas tendências são pensadas de modo a favorecer a população, o meio ambiente e também o lucro de empresas e profissionais.

Esses imóveis acomodam as pessoas de acordo com suas necessidades, seja para morar ou para trabalhar.

Com certeza, em 10 anos, muita coisa terá mudado, mas 2020 marca o início de pelo menos diversas tendências em arquitetura que vieram para ficar, pois ditam um futuro que envolve muita tecnologia em seus processos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.