Quais são os fatores de ranqueamento do Google?

O Google é, de longe, a ferramenta de pesquisas na internet mais utilizada do planeta. Por isso, é crucial saber os fatores mais importantes que ele utiliza para ranquear os conteúdos nas páginas de busca, principalmente se você deseja ter um posicionamento digital relevante.

Um bom ranqueamento no Google permite aumentar o tráfego orgânico do seu site, atraindo, de forma espontânea e sem anúncios, um público mais qualificado para conhecer seus produtos e seus serviços.

Neste artigo, você vai descobrir como o Google ranqueia os sites, quais são os três fatores de ranqueamento mais importantes e como se manter atualizado sobre o método do Google, em vista das constantes mudanças em seus critérios e em seus algoritmos de classificação.

Como o Google ranqueia os sites?

A fim de classificar os sites nas páginas de pesquisa do seu mecanismo de busca, o Google utiliza uma série de sistemas automatizados para coletar informações e para encontrar as melhores correspondências à pesquisa de cada usuário.

Cada página rastreada pelos algoritmos do Google recebe uma classificação com base em um amplo conjunto de fatores, que vão desde a utilidade do conteúdo até a autoridade do seu criador.

Diversas estimativas apontam que o Google utiliza mais de 210 fatores para ranquear as páginas em seu mecanismo de busca, com o uso cada vez maior de inteligência artificial.

Isso significa que, a fim de aparecer nos primeiros resultados das pesquisas dos usuários sem gastar nada com anúncios, você precisa ser mais relevante e ter mais autoridade do que a concorrência, o que não é nada fácil de conseguir, ainda mais porque as empresas investem cada vez na criação de conteúdos de qualidade e que agreguem valor à experiência do usuário, outro fator importantíssimo para o bom ranqueamento de uma página.

Não raro, muitas empresas preferem contratar agências de marketing digital especializadas para realizar esse serviço para elas, em vez de montar e de administrar todo um departamento interno, que, no fim do dia, pode acabar não tendo a mesma eficiência de um prestador de serviços externo.

Tudo isso é para mostrar como as empresas estão levando a sério o seu conteúdo no ambiente digital, não só para atrair novos clientes, mas também para educar e para fidelizar seu público já conquistado.

Os três fatores de ranqueamento mais importantes

Dentre os fatores mais importantes para a sua página aparecer nos primeiros resultados das pesquisas do público que você deseja atrair, podemos citar os três seguintes:

1. Conteúdo de alta qualidade

Não é de hoje que o Google ressalta a importância da qualidade em seus critérios de ranqueamento, pois a experiência do usuário, para a empresa, é fundamental para o seu predomínio entre os mecanismos de busca.

O Google deseja que seus usuários tenham acesso a conteúdos confiáveis, únicos e de qualidade, capazes de atender às suas expectativas em termos de informação.

Se o seu conteúdo for duplicado ou muito similar ao de outras páginas, seu valor agregado é pequeno, para não dizer nulo, e o Google considera que isso é um fator negativo à experiência do usuário.

Por isso, invista em conteúdos novos e originais, evitando “requentar” textos anteriores ou simplesmente copiá-los de outra fonte, ainda que parcialmente, em seus esforços de ranqueamento.

O seu conteúdo também deve estar bem-estruturado e organizado, com ativos de apoio, como imagens e vídeos explicativos.

Por fim, ainda sobre a qualidade do conteúdo, é importante que você use adequadamente as palavras-chave ao longo do texto e que forneça descrições adequadas das imagens a fim de aumentar sua possibilidade de aparecer primeiro nas pesquisas.

2. Referências externas

Um dos fatores de ranqueamento mais importantes para determinar a autoridade de um criador de conteúdo são as referências externas (“backlinks”), segundo aspecto mais importante considerado pelo Google para confirmar a qualidade do seu conteúdo e para classificá-lo nos resultados de pesquisa.

Quanto mais links externos direcionarem ao seu site, maior é a probabilidade de o Google considerá-lo como um criador confiável de conteúdo.

3. Velocidade de carregamento do site

Outro aspecto crucial para um bom ranqueamento no Google é a velocidade de carregamento das páginas do seu site.

Isso porque o Google considera que as páginas que carregam rapidamente oferecem melhor experiência aos usuários. Assim, faça uma auditoria de tudo aquilo que contribui para a lentidão no carregamento das suas páginas, inclusive peso das imagens e recursos do WordPress para otimização da velocidade.

Por fim, é preciso lembrar que o Google constantemente atualiza suas políticas e seus critérios de ranqueamento, por isso é vital que você sempre esteja atento a quaisquer atualizações anunciadas, o que é feito periodicamente.